terça-feira, 19 de julho de 2016

Beijo cadavérico em São José do Rio Preto


Já imaginou que um simples beijo pode carregar o convite ao sofrimento, ou até mesmo para a morte?



Recentemente tomei conhecimento de uma história bizarra, a história de uma jovem de identidade e idade desconhecidas, que estivera internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Base (HB) em São José do Rio Preto, a jovem teria sofrido uma séria infecção bucal, e possivelmente corria o risco de perder partes dos lábios até o queixo devido a uma possível contaminação adquirida por meio de uma bactéria, presente somente em cadáveres. Pessoas que estiveram mais próximas e obtiveram mais informações em relação ao estranho caso, relatam que a mesma teria se contaminado, após beijar um rapaz durando uma micareta que ocorrera no mês de abril em Rio Preto. O rapaz, que teria vindo de São Paulo, havia assassinado a ex-namorada e mesmo após o crime resolveu manter o corpo da moça em casa por algum tempo. O mais sinistro é que dizem que ele durante este período manteve relações sexuais com o cadáver, o que possivelmente o contaminou com bactérias ou outros organismos presentes no corpo já em possível estado de putrefação.